Fotografia autoral: como desenvolver o seu estilo?

Fotógrafa em busca do seu estilo de fotografia autoral

A busca pela identidade como autor é uma das mais árduas missões para os artistas de todos os segmentos. Na área fotográfica, isso está bem longe de ser diferente, já que o fotógrafo precisa descobrir seu estilo pessoal e suas próprias motivações para desenvolver uma fotografia autoral.

De qualquer forma, toda carreira profissional é movida a desafios. Por isso, é importante buscar pelo aprimoramento técnico e pela aquisição de novos conhecimentos. Se você deseja saber como achar seu próprio estilo, continue lendo o post!

O que é uma fotografia autoral?

Em termos resumidos, ela é a foto que, ao ser vista, é rapidamente reconhecida como sendo o trabalho de determinado autor. É como olhar para um quadro e constatar que aquilo só pode ser Portinari, ou ouvir alguém recitando versos e dizer: “isso é muito Drummond!”.

Uma fotografia autoral é, sobretudo, algo que tenha a sua cara e expresse tal singularidade. É um trabalho marcado pela interferência pessoal do artista, por uma coisa que seja só dele. Ela tem um propósito artístico e não simplesmente informativo.

Como uma marca busca fortalecer seus conceitos para se destacar no mercado, um fotógrafo também deve elaborar sua autoria para que seja olhado de forma única pelos críticos e também pelo público.

Como desenvolver uma fotografia autoral?

Embora seja recompensador, encontrar sua autoria não é algo tão simples assim, pois demanda muito autoconhecimento profissional, além, é claro, de um conjunto de técnicas especiais. Veja algumas dicas:

Busque referências

Para saber qual será a personalidade de seu trabalho, você deve encontrar referências que inspirem seus próprios métodos. Portanto, fique inteirado sobre as áreas da fotografia. Cada uma delas tem propostas, nomes consagrados e procedimentos artísticos distintos entre si.

Observe a sua volta e também traga influências do cinema, da literatura, do design e do que mais achar preciso.

Estude

Aposte em cursos qualificados, sejam presenciais ou virtuais. Dessa maneira você terá contato com as diversas áreas da fotografia, podendo abranger seu conhecimento, ou focar em alguma específica, assim ficará muito mais fácil encontrar sua originalidade.

Se, ao analisar trabalhos de outros fotógrafos, você gostou daqueles que produzem fotografia sensual, por exemplo, não perca tempo e mergulhe fundo nessa temática. Tente entender quais são as técnicas mais utilizadas, qual tipo de recurso você pode usar, as máquinas mais indicadas etc.

Pense nos materiais

Você tem uma ideia quase pronta, mas ainda não sabe muito bem como executá-la? Reflita sobre os materiais necessários para tal. Caso queira fazer uma iluminação diferente ou montar cenários complexos, é preciso providenciá-los.

Defina uma perspectiva

Considere todas as emoções e sentimentos que pretende transmitir por meio de seu trabalho. Depois, pense em quais linguagens podem servir como meio de transmissão (ironia, humor, erotismo, grotesco, realismo…) e escolha a que mais te servir.

Quando começar na fotografia autoral?

É menos complicado do que parece: quando você quiser! Se o seu desejo for produzir imagens que contam histórias, pesquise muito sobre o tema e vá atrás das qualificações necessárias.

Em um mundo repleto de informações, a fotografia autoral ocupa um lugar de destaque, pois foge daquilo que é convencional e entrega algo novo para as pessoas.

E aí, gostou do post? Que tal aprender mais sobre as diferentes especializações fotográficas e fazer com que seu trabalho seja único?

Saibalá

A Saibalá é uma plataforma de conteúdos nas áreas de Economia Criativa, que propicia uma experiência de aprendizado inovadora, através do know how de quem realmente sabe. Nós fornecemos conteúdos relevantes e atualizados, pela ótica de agentes da inovação. Oferecemos acesso a seus ambientes reais de trabalho, através de cursos com qualidade e narrativa cinematográfica, em uma experiência como você nunca viu.

Deixe um comentário
Share This