Confira 4 dicas para fazer fotografia documental!

Cidadão paulistano é registrado em trabalho de fotografia documental

Quem nunca ouviu a expressão “uma imagem vale mais do que mil palavras”? Podemos dizer que na área da Fotografia Documental esse é o principal objetivo de cada obra – expressar sentimentos e contar histórias completas a partir de uma fotografia ou um conjunto delas.

Este gênero fotográfico, que ganhou força na década de 1930 , é capaz de contextualizar a realidade de épocas inteiras e dos personagens que nelas viveram. Mas como fazer capturas que transmitam tanta verdade? Como contar histórias sobre a vida cotidiana? Confira neste post!

O que é fotografia documental?

A fotografia documental, diferentemente do fotojornalismo, não busca apenas cobrir notícias em tempo real ou eventos de última hora. A técnica, como o próprio nome indica, busca documentar situações, de modo a chamar a atenção do público com imagens que transmitam verdade e emoção.

Além de registrar histórias do cotidiano, de viagens e grandes eventos e celebrações, é possível mobilizar as pessoas em torno de questões sociais e de direitos humanos, já que a narrativa visual expõe as realidades invisíveis ou ignoradas. Um exemplo recente disso é a foto do menino refugiado sírio no Mar Egeu, em 2015. A foto, que mostrava uma realidade triste e até então distante, chocou o mundo e, assim, colocou o problema em pauta novamente.

Como fazer fotografias documentais?

Documental significa que esse tipo de fotografia deve acontecer naturalmente, em seu ambiente. Mas isso não significa que você não deva se preparar. Acompanhe algumas dicas para capturar bons momentos!

1. Esteja atento ao seu entorno

Preste atenção aos detalhes: a todo momento, uma cena pode surgir diante de você. Assim, esteja pronto e com olhos bem abertos para tudo o que ocorre ao seu redor. Para isso, é importante estar conectado ao seu ambiente: quais são os locais e contextos que mais atraem sua atenção?

É importante que você esteja em um lugar onde possa, de fato, observar a magia cotidiana — afinal de contas, as suas fotografias estão lá! É essencial, também, que você reflita sobre o seu posicionamento enquanto fotógrafo. Que tipo de reflexão deseja causar?

2. Domine seu equipamento

Como já mencionamos, o seu clique pode estar em qualquer lugar a qualquer hora. Então, dominar o seu equipamento é primordial para que a cena vista pelos seus olhos seja eternizada na fotografia.

Caso você tenha mais domínio técnico, trabalhar no modo manual pode ser uma boa alternativa. Mas, se você estiver começando, vale pesquisar as especificações de cada câmera e seus modos automáticos. Entenda o seu equipamento e combine-o com seu estilo.

3. Confie nas suas habilidades

A fotografia documental é fugaz: afinal de contas, o momento do clique pode não se repetir. Assim, é necessário confiar em suas habilidades e aproveitar as oportunidades que surgem. Se você acredita que aquele ângulo e luz são bons, dê o seu clique! A prática é também uma das formas de melhorar suas habilidades.

4. Aposte em cursos com profissionais de destaque no mercado

Outro meio de melhorar suas habilidades é investindo nelas — aposte em cursos que contem com profissionais experientes e de destaque no mercado. Dessa maneira, você poderá entender melhor quais são os desafios e as possibilidades proporcionadas pela fotografia documental, e, a partir disso, desenvolver suas habilidades.

Gostou da ideia? Que tal aprender, com a gente, como registrar pessoas e suas histórias?

Saibalá

A Saibalá é uma plataforma de conteúdos nas áreas de Economia Criativa, que propicia uma experiência de aprendizado inovadora, através do know how de quem realmente sabe. Nós fornecemos conteúdos relevantes e atualizados, pela ótica de agentes da inovação. Oferecemos acesso a seus ambientes reais de trabalho, através de cursos com qualidade e narrativa cinematográfica, em uma experiência como você nunca viu.

Deixe um comentário

Share This